BIOGRAFIA | FOTOS | DEPOIMENTO

.

Silvino Netto em 1950
Foto: arquivo da família
Silvério Silvino Netto, nasceu em São Paulo - SP em 21 de julho de 1913. Nunca foi um bom aluno, e logo despontou como um talento nato para a carreira artística. Em 1931, estréia na Rádio Educadora Paulista cantando tangos e boleros. Em 1933, atua na Rádio São Paulo ao lado de Lamartine Babo, Alvarenga e Ranchinho (Os Mosqueteiros da Garoa). Perde o pai em 1936, e no ano seguinte muda-se para o Rio de Janeiro. Não podendo concorrer com os grandes e já famosos cantores da época, assina contrato com a Rádio Nacional e estréia em 4 de janeiro de 1938, sendo anunciado como o maior humorista do Brasil. Casa-se em 5 de maio com Noemia Campos (Naja Silvino). Em 27 de julho de 1939, nasce no Rio de Janeiro, Paulo Ricardo Campos Silvino, seu filho. Compõe em 1944 "Adeus cinco letras que choram". Em 16 de janeiro de 1947 é levado ao ar pela Rádio Nacional, seu Hotel da Pimpinela. Em 1950 é eleito o vereador mais votado do Brasil, no Distrito Federal (RJ). Em 11 de fevereiro de 1955, passa a viver com Fernanda Célia Monteiro. Recebe da Assembléia Legislativa o título de Cidadão Carioca em 16 de setembro de 1971. A partir de 1973, trabalha como publicitário em Portugal, e aumenta sua produção musical. Casa-se oficialmente com Fernanda em 9 de junho de 1981. Sofre um atropelamento em 1983. Falece em 10 de junho de 1991, vítima de câncer generalizado.